Mendoza

Ao pé da mais alta montanha dos Andes, Mendoza é uma cidade moderna com um passado histórico que encanta os visitantes com suas avenidas arborizadas, bonitos bairros, casas de adobe e, naturalmente, as suas famosas adegas. Embora a precipitação seja leve, a irrigação transformou a paisagem em um oásis verde de vinhas e plantações de frutas. A temporada de vinificação (produção de vinho) é março/abril, e há várias adegas (bodegas), onde degustação de vinhos é uma atividade popular. Mendoza é também o ponto de partida para emocionantes excursões de rafting e expedições ao Monte Aconcágua (6.960 metros), o mais alto das Américas.

Destaques
• Passeios a Vinícolas: Visite vinícolas pequenas, independentes para aprender sobre sua história, produção e interagir com os proprietários.
• Festival da colheita do vinho: Uma das maiores celebrações da Argentina, realizado anualmente no primeiro sábado de março.
• Escalada / Montanhismo: Monte Aconcágua, a apenas uma hora de distância, é um dos passeios mais populares na América do Sul.
• Excursões de rafting no rio Mendoza.

Mendoza

Mendoza

Map

Quando ir: Outubro a março é a melhor época para visitar, com dias quentes atingindo os 32°C que refrescam a confortáveis 21°C durante a noite. Durante o inverno, as temperaturas variam de -1°  a 12°C.

Distância: De Buenos Aires: 1.049 km.  De carro ou ônibus: 11 horas / De avião: 2 horas

HD CITY TOUR

Ao percorrer as cidades nova e velha, o pitoresco circuito se destaca por seu layout arquitetônico, por seus pomares tradicionais, pelo sistema de canais de água e pelas calçadas largas e limpas. Transitando por suas ruas, tomaremos contato com a história e a cultura de um povo, que com grande esforço foi transformando o deserto em um oásis de prosperidade. Nosso tour começa na área fundacional, local histórico, onde, em 1561, Don Pedro del Castillo fundou a cidade, e onde, agora, estão o Museo y Plaza Fundacional e as ruínas jesuíticas, vestígio da cidade antes do terramoto de 1861. Na sequência da nossa visita, vamos atravessar a praça principal, que em seus arredores abriga a Catedral, a Basílica de San Francisco, o antigo Banco Hipotecário (atual Ministério de Cultura e Turismo), a Mercantil Andina e ex-Banco de Mendoza (agora Espaço de Arte Contemporânea), as Praças Independencia e Espanha, o Bairro Cívico com a Casa do Governo e a Enoteca. Posteriormente, o tour continua ao longo da área residencial da rua Emilio Civit, prestigiosa área residencial que leva ao Parque General San Martín, com 370 hectares, considerado o pulmão e o coração da cidade. Ingressamos ao parque pelos famosos Portoes, passamos pelos cavalos de Marly, o Jardim das Rosas (Rosedal) e o lago até chegar ao Cerro de la Gloria, onde está o Monumento a San Martin. 

HD VISITA A ADEGAS

Estes circuitos entre vinhedos acontecem nas localidades de Luján de Cuyo e Maipú. Faremos contato com a cultura do trabalho que, nas mãos dos imigrantes, através de técnicas de irrigação (canais de irrigação) herdadas de antigos povos indígenas, os Huarpes, puderam transformar o deserto em um grande oásis produtivo. É o cenário do estabelecimento de vinícolas de prestígio, que têm posicionado, pela qualidade de seus produtos, a Argentina como um privilegiado produtor em todo o mundo. Visitaremos, acompanhados por guias, estabelecimentos vitivinícolas com métodos tradicionais e que incorporaram a mais recente tecnologia, e onde especialistas em vinhos irao mostrar-nos métodos e processos, engarrafamento e rotulagem de vinhos. Degustação posterior.

HD VILLAVICENCIO

Excursão pela zona pré-cordilherana, passando pela antiga Rodovia 7, que conduz ao Chile, vizinho país trasandino. A paisagem é deslumbrante e conta com lugares históricos como o Monumento de Canota, por ser o caminho  que o exército da campanha libertadora  do Chile e Peru  percorreu a pé.
Atrações: o Monumento de Canota e a estância termal  Villavicencio, onde caminharemos pelos jardins. Tempo livre. Continuaremos até ao Mirante de Los Caracoles, de onde se tem uma vista espetacular da Cordilheira e da reserva natural. Volta para Mendoza.
Excursão pela zona pré-cordilherana, passando pela antiga Rodovia 7, que conduz ao Chile, vizinho país trasandino. A paisagem é deslumbrante e conta com lugares históricos como o Monumento de Canota, por ser o caminho  que o exército da campanha libertadora  do Chile e Peru  percorreu a pé.Atrações: o Monumento de Canota e a estância termal  Villavicencio, onde caminharemos pelos jardins. Tempo livre. Continuaremos até ao Mirante de Los Caracoles, de onde se tem uma vista espetacular da Cordilheira e da reserva natural. Volta para Mendoza.

FD ALTA MONTANHA

O passeio oferece uma variedade de cores e relevo. No início da manhã, ao longo do rio Mendoza, há uma vista majestosa da cadeia de montanhas Cordón del Plata e do Dique Potrerillos, colossal obra hidráulica para gerar energia e distribuir água para irrigação. A próxima visita será a Uspallata, assentamento pré-hispânico de aborígenes Huarpes e o ponto mais meridional do Império Inca, até onde chega o Camino del Inca do Peru. Atrações: As Caixas-fortes de Uspallata, edifícios históricos em adobe, em que o capelao Fray Luis Beltrán usou para a fundição de canhões e armas. Posterior visita às aldeias de Picheuta, Polvaredas e Punta de Vacas e à Estação de esqui Los Penitentes. Tiempo libre para uso do teleférico que permite desfrutar de belas vistas panorâmicas. Mais tarde, encontraremos a Puente del Inca, obra arquitetônica natural com nascentes termais. Continuando nosso percurso, a 2.750m está o mirante do Cerro Aconcagua, o colosso da América de 6.959 metros, por onde se chega à Laguna Horcones e ao Parque Provincial Aconcagua. Seguindo a rodovia internacional chegaremos ao nosso destino final, a vila Las Cuevas, de estilo europeu, situada a 3.200m. Entre Las Cuevas e o túnel internacional, se encontra o caminho que permite subir, se as condições meteorológicas no verão  permitirem, até o monumento do Cristo Redentor - que simboliza a união entre a Argentina e o Chile - situado a 4.200m. (não incluído no tour).

FD CÂNION DO ATUEL (CAÑON DEL ATUEL)

Partindo da cidade de Mendoza, em direção ao sul da província, conheceremos durante o trajeto um grande contraste natural de oásis produtivos, como o Valle de Uco, desertos, lagos, grandes paredes com formações esculpidas em rochas naturais, resultado da erosão do vento e da água, vestígios da passagem do tempo. Chegada à Vila 25 de Mayo, para fazer contato com a história, pois nesse lugar  foi fundado, em 1805, o Fuerte de San Rafael às margens do Rio Diamonds, em torno do qual se  formou a principal cidade do território, que depois foi transferida para sua localização atual. Continuamos até chegar à Represa El Nihuil de 9.600 hectares, escolhidos pelos amantes da natureza, pesca, caminhadas, relaxamento e esportes náuticos. Posteriormente, transitaremos por estreitas passagens, descobrindo maravilhosas esculturas naturais no aterro que forma o cânion como os jardins suspensos, a poltrona do presidente Rivadavia, o Museu de Cera. O murmúrio constante das águas do rio Atuel  acompanhará  nosso caminho até o Valle Grande, barragem de incomparável beleza, onde teremos tempo para relaxar e desfrutar do almoço. Posterior excursão à cidade de San Rafael e retorno à cidade de Mendoza.